Molas amorteceram a queda do elevador (Foto: TV Globo/Reprodução)

Falta de manutenção em elevadores pode colocar em risco moradores de condomínios

O vídeo acima mostra as imagens da queda de um elevador de um edifício na Vila Madalena na manhã da última sexta-feira (21). Um funcionário que entregava os jornais no prédio entrou no elevador e chegou ao sétimo andar. O elevador começou então a descer direto e com mais velocidade e só parou quando chegou ao subsolo. O rapaz ficou levemente ferido.

Continue reading “Falta de manutenção em elevadores pode colocar em risco moradores de condomínios”

U7Fc1sy5SCUDIu4tlJY3_NY_by_PhilippHenzler_philmotion.de

CREA-PR destaca importância da manutenção de elevadores nos prédios comerciais e residenciais

O elevador é um dos equipamentos mais valiosos de um condomínio e por isso conservá-lo de maneira adequada preserva o patrimônio e garante a segurança dos usuários. Portanto, é fundamental que a manutenção seja constante e realizada por profissionais especializados.

 

Segundo o engenheiro mecânico e conselheiro do CREA-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná), Nelson Hidemi Okano, de Londrina, prevenção é a palavra-chave para manutenção de elevadores. As inspeções regulares permitem aos técnicos acompanhar o desgaste de diversos componentes elétricos e mecânicos, fazendo com que estes sejam substituídos antes que falhem.

“Vale lembrar que componentes defeituosos geram pequenos ‘maus funcionamentos’, como ruídos e trancos, que devem ser interpretados como indícios de falhas maiores. Daí a importância da especialização da empresa que esteja executando a manutenção e seu conhecimento sobre o equipamento para a prevenção de defeitos que possam causar acidentes maiores”, explica Okano.

Ressalte-se o risco de contratação de empresas clandestinas na área de elevadores, pois além de não apresentarem garantias quanto às normas de segurança e colocar em risco a vida do cidadão também praticam concorrência desleal no mercado.
A manutenção preventiva sistemática é, portanto, a melhor recomendação quando se busca a diminuição de ocorrência de falhas.

 

Há diversas normas da ABNT e resoluções do CONFEA que regulamentam as atividades de manutenção de elevadores. “Dentre elas é importante destacar a que exige das empresas prestadoras dos serviços de manutenção o registro no CREA, recolhimento da ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) e a apresentação de um engenheiro responsável pelos trabalhos executados”, aconselha Okano.

 

Fonte: Paranashop